Sexta-feira, 23 de Junho de 2006

A propósito da Conferência do dia 29/05/05

 

A conferência do dia 29/05/06  sobre a temática da escrita  permitiu a construção de novos olhares sobre o papel da escrita  no contexto escolar.

Nas palavras do  Professor Doutor  José António « A escrita é uma ferramenta de aprendizagem e é   mediadora dos processos de comunicação em contextos pedagógicos» , uma vez que é   instrumento de «recepção, elaboração e de exploração do conhecimento».

Doutor Luís Barbeiro reforçaria esta tese ao abordar o tema:« As Tecnologias de Informação e Comunicação na Escola e as Novas Práticas da Escrita», em que o instrumento de mediação para a construção do conhecimento ( neste caso, a  escrita ) é a tecnologia.

As consequências do uso dasTIC na escrita são muitas, destacando aqui, algumas das que foram  apontadas pelo Professor Luís Barbeiro:

1- Processo ( a versalidade que o processo electónico atribui à escrita, permitindo a sua planificação, redacção e constante revisão ).

2- Produto ( relaciona-se com a forma de apresentação final do texto escrito, pela multiplicidade de recursos gráficos colocados à disposição do aluno).

3- Multimodalidade ( pela oportunidade que as TIC dão ao escritor de poder usar diferentes modos de escrita, construindo uma escrita multimodal e espoletadora de diferentes tipos de leitura: contínua, linear vs. leitura descontínua por blocos e níveis hierárquios- o hipertexto).

4- Sistema(s) de escrita ( proporciona ao aluno a capacidade de utilização de diferentes sistemas de escrita:  alfabético/ortográfico, abreviatiuras, pictogramas... e oportunidade de reflectir sobre eles, quando os confronta).

5- Potencialidades da Escrita  na Sociedade ( blogues do professor, da turma, a questão da autoria, a oportunidade de fazer comentários, como forma de avaliação  dos trabalhos,  a promoção de uma audiência real, etc.).

A minha curiosidade sobre esta temática aumentou, e o desejo de fazer cada vez mais esforços  no sentido de «quebrar os meus medos» em lidar com as TIC,  também.

Na sequência visitei o site mailto:www.esel.ipleiria.pt « O Sitio Encantado dos Portfólios», o espaço de divulgação dos blogues das diferentes escolas.

As crianças/autoras dos blogues fazem coisas maravilhosas. Fiquei muito sensibilizada com as mensagens dos Netescritores de Ferreira do Alentejo sobre o que é ser criança, pelo optimismo com que perspectivam o futuro.

Caros colegas, visitem também  blogue do EBI de Barrosa e sintam o à-vontade com que as crianças trabalham na Internet.

Parabéns Crianças e muita força! Beijinhos.

publicado por supermargarida às 10:18
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Prof. Maria João Gomes a 3 de Julho de 2006 às 01:25
SuperMargarida ! Sugiro que visitas a zona se "iniciativas" do site de Centro de Competência da Universidade do Minho e vejas os projectos "Pequenos artistas", Netescrita ", "A minha árvore favorita" e "Casas Tradicionais da Europa". Verás as maravilha que se podem fazer com crianças bem pequenas! Porque não desenvolver actividades deste género com miúdos de escolas portuguesas e cabo-verdianas em simultâneo ? A Internet ultrapassa a barreira do tempo e do espaço! (Existam os recursos...)

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Moodliando....

. 11.ª e 12.ª AULAS de 5/0...

. A propósito da Conferênci...

. 19/06/05: Sinto-me outra

. 10.ª AULA 29/05/06: O Moo...

. 9.ª AULA 22/05/06: PowerP...

. 8.ª AULA 15/05/05: Integr...

. 7ª AULA 15.05.06: Estraté...

. 6ª AULA 08.05.06: Reflexõ...

. 5ª AULA 03.04.06: Trabalh...

.arquivos

. Junho 2006

. Março 2006

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds